Tecnologia de comunicação “car-to-bike” apresentada na CES em Las Vegas

Tecnologia de comunicação “car-to-bike” apresentada na CES em Las Vegas

A Ducati Multistrada 1260 foi a moto utilizada na primeira demonstração na América do projeto ConVeX (Connected Vehicle to Everything) no certame Consumer Electronics Show® 2019.

 

A Ducati prossegue com a sua pesquisa focada na segurança ao tomar parte – em conjunto com a Audi e a Ford – na primeira demonstração levada a cabo nos Estados Unidos de um sistema de comunicação que interliga veículos, infraestruturas da via pública e peões.
Este teste dá sequência ao que foi efetuado na Alemanha em julho passado, no qual o projeto ConVeX (Connected Vehicle to Everything) – componente chave da estratégia “Safety Road Map 2025” da Ducati, que pretende desenvolver novas tecnologias e sistemas de segurança – foi demonstrado pela primeira vez na Europa. Nas fases iniciais desta estratégia iremos assistir ao sistema de ABS em Curva ser aplicado a toda a gama Ducati e ao lançamento no mercado, em 2020, de uma moto com radar dianteiro e traseiro.
A Ducati, Audi AG (NASDAQ: AUDVF), Ford Motor Company (NYSE: F) e a Qualcomm Technologies, Inc., subsidiária da Qualcomm Incorporated (NASDAQ: QCOM), anunciaram o esforço conjunto destas empresas para ajudar a acelerar a aplicação comercial da tecnologia de comunicação direta C-V2X para a segurança rodoviária, eficiência do tráfego e condução autónoma. Enquanto integrante do Consumer Electronic Show® 2019 (CES 2019) em Las Vegas, a Ducati Multistrada 1260, bem como veículos Audi e Ford, demonstraram situações de condução fazendo uso das comunicações diretas C-V2X. Todos os veículos estavam equipados com a tecnologia C-V2X utilizando o chipset Qualcomm® 9150 C-V2X para demonstrar uma situação de uso em interseção cooperativa, exibindo a forma como o C-V2X pode ser usado entre veículos para negociar as respetivas prioridades num cruzamento de quatro vias não sinalizadas, em que a partilha de intenções e condições fora do ângulo de visão (NLOS – non-line-of-sight) tornam ideal a utilização de um sensor sem fios tal como o C-V2X.

 

Foto: Lukas Barth

Estas companhias exibiram também cenários de segurança adicionais, de Veículo-para-Veículo (V2V), Veículo-para-Pedestre (V2P) e Veículo-para-Infraestrutura (V2I), demonstrando a maturidade e o potencial da tecnologia C-V2X. O caso do V2V demonstrou o cenário IMA (Intersection Movement Assist), que é uma contramedida chave para evitar colisões em ângulo nos cruzamentos, enquanto que o cenário V2P mostrou como o C-V2X pode ser usado para proteger os utilizadores vulneráveis da via pública, incluindo peões e ciclistas. O cenário V2I exibiu um caso de Aviso de Zona de Trabalhos, que é desenhado para proporcionar aos condutores alertas avançados de aproximação de trabalhos na estrada, permitindo-lhes manobrar de modo seguro.

 

 

 

As demonstrações desta semana em Las Vegas deram sequência às bem sucedidas validações de testes e interoperabilidade do C-V2X que foram conduzidas ao longo de 2018 na Europa, Japão, Austrália, China e Estados Unidos, bem como as primeiras demonstrações ao vivo de interoperabilidade do C-V2X entre uma moto, veículos e infraestruturas viárias, levadas a cabo por várias empresas lideres das indústrias motorizada e de tecnologia, incluindo a Ducati e a Qualcomm Technologies.

 

Foto: Lukas Barth

A Ducati, a Audi e a Ford estão entre diversos fabricantes globais da indústria motorizada que avaliaram detalhadamente a tecnologia C-V2X pela sua fiabilidade, capacidades de alta performance e prontidão através de rigorosos testes. Atualmente, a C-V2X é a única alternativa V2X que permite um claro trajeto de evolução para o 5G, de um modo retroativo compatível, e foi desenhada para proporcionar uma prestação fiável e consistente em cenários realistas de condução. Enquanto complemento de outros Sistemas de Assistência Avançada à Condução (ADAS, Advanced Driver Assistance System), tais como sistema de radar, Lidar (tecnologia de deteção remota de luz) e câmaras, as comunicações diretas C-V2X suportam um conjunto de utilizações de segurança em constante crescimento, bem como avançadas tomadas de conhecimento situacionais ao detetar e partilhar diretamente informação vital. Adicionalmente, o C-V2X está projetado para se focar na segurança, beneficiando das medidas estabelecidas de segurança nos transportes e dos protocolos de aplicação definidos pelos padrões das comunidades automotivas, incluindo o ISSO, ETSI e IEEE 1609. Uma vez que o C-V2X pode ser facilmente integrado com todos os modems sem fios para oferecer comunicações diretas e em rede, a sua implementação é eficiente em termos de custos, o que é especialmente importante para a indústria automotiva continuar a caminhar para a o aumento da conectividade sem fios em todos os veículos.

 

“Esta demonstração mostra-nos situações de utilização nas quais as tecnologias avançadas podem melhorar significativamente a segurança dos utilizadores das motos”, afirma Pierluigi Zampieri, responsável pela Inovação nos Veículos na Ducati Motor Holding. “A comunicação C-V2X é um dos projetos chave no mapa de segurança rodoviária Ducati 2025. E não há melhor lugar que o CES para falar sobre o nosso trajeto rumo ao futuro.”
“A Audi demonstrou uma nova situação de uso do C-V2X em conjunto com a Ford, a Ducati e a Qualcomm Technologies. A situação da interseção de quatro vias providencia um breve olhar de quão cooperativa a condução pode tornar-se possível com o C-V2X no futuro. Para além da segurança adicional, o C-V2X está projetado para também aumentar o conforto e a eficiência, que pode ser podem ser aplicados tanto à atual como futura condução autónoma”, disse Anupam Malhotra, Diretor do departamento “Connected Vehicles & Data” na Audi of America, Inc. “A Audi demonstrou a viabilidade comercial dos serviços de base celular V2X através do serviço Audi Traffic Light Information, e tem um papel de protagonista no 5GAA para desenvolver ainda mais esta tecnologia.”

 

“Imagine que uma pessoa entra subitamente na estrada fora da nossa vista e o nosso veículo para porque foi alertado pelo smartphone dessa pessoa. Este é apenas um exemplo de como o C-V2X pode conectar veículos inteligentes a um mundo inteligente”, diz-nos Don Butler, Diretor Executivo da Ford Connected Vehicle Platform and Product. “Convidamos outros fabricantes de automóveis, governos e companhias tecnológicas para aderirem a este momento significativo trabalhando para um ecossistema C-V2X.”

 

“Como parte do trabalho em curso da Qualcomm Technologies com a Ford, Audi e Ducati, estamos entusiasmados por continuar a consolidar os nossos esforços mútuos no sentido de acelerar a aplicação comercial do C-V2X. este novo capítulo na nossa longa relação sublinha o objetivo coletivo de conceber o C-V2X como solução global para a próxima geração de conectividade, segurança e autonomia nos veículos”, afirmou Nakul Duggal, Vice-Presidente de Gestão de Produto na Qualcomm Technologies. “Estamos ansiosos por apresentar os mais recentes resultados desta parceria, com vários veículos da Ford, Audi e Ducati a demonstrarem a interação do C-V2X em situações de condução no mundo real.”
A demonstração da Ducati, Audi, Ford e Qualcomm Technologies será conduzida ao vivo em Las Vegas com marcação e também transmitida no stand da Qualcomm Technologies no Pavilhão Central da CES ao longo do certame. A demonstração será igualmente exibida dos stands da Audi e da Ford.